Quer soluções fáceis para sua Farmácia Popular? Cadastre-se e receba nosso conteúdo gratuito!

Obrigado por se cadastrar!
Desculpe, mas algo deu errado. Por favor, tente novamente.
Tecnologia e segurança permitem incorporar o trabalho remoto mantendo a produtividade

Sempre apontado como uma tendência no mercado de trabalho, o Home Office teve um crescimento de 21,1% no Brasil entre os anos de 2017 e 2018, de acordo com dados do IGBE. E na última pesquisa da Catho Consultoria, no final de 2019, um em cada quatro profissionais já usava o recurso e trabalhava de casa (ou em outro ambiente remoto) pelo menos uma vez por semana.

Mas com a crise provocada pelo novo coronavírus, as medidas de isolamento social colocaram milhões de pessoas em casa, que tiveram que adotar compulsoriamente o home office.

Seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde, a Pacto Mais – empresa paraibana de tecnologia – liberou seus colaboradores das funções presenciais e criou um Manual de Boas Práticas, para que o trabalho continuasse eficaz e a equipe se mantivesse ativa.

O primeiro passo para implementação do trabalho foi apresentar o plano de contingência e como funcionaria o trabalho remoto, definindo as ferramentas e sistemas de comunicação virtual, formas de atendimento ao cliente, disponibilização de documentos nas nuvens e testes de segurança para preservação dos dados dos clientes e da empresa. A Pacto Mais também fez testes com máquinas e equipamentos utilizados pela equipe em suas casas.

A segunda etapa foi definir as rotinas, que seguiam as entregas que já eram feitas no escritório físico, e como garantir os mesmos resultados para os clientes. Novamente, comunicação e orientações foram fundamentais para os resultados. “As demandas são alinhadas diariamente e os líderes de cada departamento estão atentos ao acompanhamento de suas equipes. Por fim, recomendamos que, para a rotina de trabalho fluir, era preciso um local com as condições adequadas: um cantinho especial com mesa, uma cadeira confortável, e organizado especificamente para o trabalho”, explica o diretor da Pacto Mais, Castro Neto.

Por fim, a empresa também deu liberdade para os colaboradores definirem atividades e ações que pudessem trazer bons resultados. Uma destas ideias são as reuniões virtuais de descompressão, uma espécie de “momento do cafezinho”, feito de forma virtual, quando os colaboradores conversam amenidades e compartilham como essa nova experiência de home office e pandemia estão funcionando na vida delas. 

“Esses encontros de 20 minutos fazem toda a diferença. Além disso, foi algo que surgiu naturalmente, dentro da dinâmica dos nossos colaboradores, que colabora para manter a interação, sem prejudicar as rotinas de entrega”, explica Ana Flávia Castro, responsável pelo RH da empresa.

“A Pacto Mais apenas acelerou  a implantação do sistema home office, algo que já estava alinhado ao nosso planejamento de trabalho. É inevitável, especialmente no segmento da tecnologia, a incorporação do trabalho remoto em alguns dias da semana. Investir nas pessoas é a chave do sucesso e diferencial competitivo para atrair mais talentos para nossa empresa”, enfatiza Castro Neto.


Baixe gratuitamente